Opinião - 11/06/2017 - 04:42:30

 

'Cuspindo no Prato que Come'

'Cuspindo no Prato que Come'

 

Vicente Barone * .

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Vicente Barone é analista político, editor chefe do Grupo @HORA de Comunicação, foi executivo de marketing em empresas nacionais e multinacionais, palestrante nacional e internacional em marketing social, cultural, esportivo e trasnporte, além de ministrar aulas como professor de 3º

Vicente Barone é analista político, editor chefe do Grupo @HORA de Comunicação, foi executivo de marketing em empresas nacionais e multinacionais, palestrante nacional e internacional em marketing social, cultural, esportivo e trasnporte, além de ministrar aulas como professor de 3º" e 4º graus


Parece que não só em Brasília houve caldo sendo derramado esta semana.

Em São Bernardo do Campo parece que aliados, ou pseudoaliados andam fazendo, ou tentando fazer a cama do atual prefeito, Orlando Morando.

No início da semana, na 12ª reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de São Paulo (CDRMSP), o antigo aliado de Orlando Morando, o prefeito de Diadema em seu segundo mandato, Lauro Michels, PV, que desde as eleições de 2014 já vinha se distanciando do tucano, evitou ficar ao lado dos outros prefeitos do Grande ABC. Quando Lauro manifestou pleitear a saída de Diadema do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, que é presidido por Orlando, o caldo acabou de entornar. E, para piorar, sabe-se, nos bastidores, que Lauro estaria mais do próximo do rival político de Orlando, o deputado federal pelo PPS Alex Manente, que acabou derrotado nas urnas em 2016 pelo tucano.

No encontro, só os também tucanos Paulo Serra, Santo André, José Auricchio Júnior, São Caetano, e Gabriel Maranhão, Rio Grande da Serra, além do prefeito de Ribeirão Pires, Kiko Teixeira, PSB, que chegou a ser chefe de gabinete de Lauro durante seu primeiro mandato, saíram nas fotos com João Dória, PSDB, a convite do chefe do executivo de São Bernardo, Orlando Morando, PSDB.

Átila Jacomussi, PSB, prefeito de Mauá, nem chegou a ir ao encontro. No final da semana anterior, após receber o rival de Orlando Morando em seu gabinete, Alex Manente, PPS, acertou acordo para que André Sicco, ex-presidente do diretório do PPS em São Bernardo, ex-coordenador regional e braço direito de Alex, ocupasse a Secretaria de Administração.

Átila já é parceiro antigo de Alex. Em 2012 estava no PPS, mas após apoiar Donisete, PT, saiu do partido e foi para o PCdoB, mas a relação com o popular socialista de São Bernardo continuou. Em 2014, ainda no PCdoB, Átila dobrou com Alex e elegeu-se para deputado estadual. De acordo com o ex-comunista, Alex terá seu apoio para as próximas eleições gerais de 2018, quando deverá concorrer à reeleição para deputado federal.

Mas o calvário regional não para por aí. Ainda durante a semana, Orlando promoveu encontro com comissionados da Prefeitura de São Bernardo para cobrar a participação efetiva deles nos atos de governo, o que não estava ocorrendo nos últimos tempos.

Todos sabem que cargos comissionados são "cargos de confiança" abonados pelo prefeito e, nada mais lógico, que acompanhem os atos políticos e ações do governo municipal. Deveriam esses comissionados estarem presentes nas ações de governo como lançamento de programas, inauguração de escolas, abertura de novos trevos, entrega de uniformes, etc, juntamente com secretários, também indicados pelo alcaide. Entretanto não é o que está acontecendo.

Para se ter condições de governar é preciso ampliar o leque de alianças e, os comissionados indicados por esses 'aliados', não correspondem adequadamente a uma das funções básicas do cargo de confiança que é "dar apoio a todas as ações e estar presente nos eventos políticos ligados à administração".

O prefeito de São Bernardo chegou a ser alertado, por diversas vezes e por diversos 'verdadeiros aliados' que, na sua gestão, estavam muitos membros que não coadunam com seus programas.

Na última sexta-feira, 5, o próprio prefeito resolveu cobrar essa participação. Era óbvio que alguns desses pseudoaliados iriam 'aprontar' algo típico dessa espécie. Uma gravação de parte do encontro chegou à imprensa onde o prefeito exige a participação desses comissionados nos eventos.

Ora, vamos ser sinceros, se você não é concursado e está ocupando um cargo de confiança que é exclusivo de INDICAÇÃO deveria seguir o que manda o mais claro dos claros preceitos políticos que é apoiar e estar presente em todos os eventos e ações do governo, ou então "PEDE PARA SAIR"!

* Vicente Barone é analista político, editor chefe do Grupo @HORA de Comunicação, esteve à frente de diversas campanhas eleitorais como consultor político e de marketing, foi executivo de marketing em empresas nacionais e multinacionais, palestrante nacional e internacional para temas de marketing social, cultural, esportivo e de trasnporte coletivo, além de ministrar aulas como professor na área para 3º e 4º graus - www.barone.adm.br/?page_id=47

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




Chilenos escolhem hoje novo presidente


Inep libera conteúdo de videoprovas em libras do Enem 2017


Malcolm Young do AC/DC morre aos 64 anos


Polícia prende Ronan Maria Pinto, dono do Diário do Grande ABC


Luiz Marinho é denunciado por fraude à licitação com agravantes e falsificação de documentos


Raquel Dodge defende prisão após condenação em 2ª instância em parecer enviado ao STF