Internacional - 29/12/2012 - 18:18:04

 

Bolívia nacionaliza empresas elétricas da Iberdrola

Bolívia nacionaliza empresas elétricas da Iberdrola

 

Da Redação com agências

Foto(s): Reuters

 

O presidente da Bolívia, Evo Morales assina a nacionalização das empresas distribuidoras de eletricidade do grupo espanhol Iberdrola

O presidente da Bolívia, Evo Morales assina a nacionalização das empresas distribuidoras de eletricidade do grupo espanhol Iberdrola


 

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse neste sábado (29) que decretou a nacionalização das duas empresas distribuidoras de eletricidade do grupo espanhol Iberdrola, para ampliar a cobertura do serviço em áreas rurais.

Morales, que já nacionalizou a indústria de petróleo e empresas de telecomunicações e de energia elétrica, fez o anúncio em breve declaração a jornalistas, antes de autoridades dizerem que a Iberdrola receberia uma compensação com base na avaliação de seus ativos por uma empresa independente.

"Fomos obrigados a dar esse passo para as taxas de serviços elétricos serem equitativas em La Paz e Oruro e garantir que a qualidade de serviço de energia elétrica seja uniforme em áreas rurais e urbanas", disse o líder indígena.

Iberdrola, cuja sede em La Paz estava sob custódia da polícia, opera na Bolívia desde a década de 1990, após a aquisição de sistemas de distribuição doméstica da Companhia de Energia Elétrica da Bolívia.

;

Policial boliviano vigia sede da empresa de distribuição de eletricidade Electropaz, uma subsidiária da companhia espanhola Iberdrola.

Policial boliviano vigia sede da empresa de distribuição de eletricidade Electropaz, uma subsidiária da companhia espanhola Iberdrola.

Links
.
.
Vídeo


Últimas Notícias




Candidatura à reeleição de Orlando Morando e Marcelo Lima é oficializada em São Bernardo


Sabesp implanta novo sistema para melhorar atendimento ao consumidor


Reforma da previdência de São Bernardo do Campo é válida, diz TJ-SP


Ex-funcionário da Dersa, José Geraldo Casas Vilela, acusado de desvios não consegue habeas corpus na Quinta Turma


Polícia diz que deputada Flordelis foi mandante da morte marido


Saneamento aqui e acolá