ABCD - 25/04/2018 - 17:19:59

 

Prefeitura de São Bernardo propõe leilão de terreno no Demarchi

Prefeitura de São Bernardo propõe leilão de terreno no Demarchi

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Proposta é resultado de estudo técnico, que periodicamente tem analisado espaços públicos e indicado destinação

Proposta é resultado de estudo técnico, que periodicamente tem analisado espaços públicos e indicado destinação


Em uma ação que busca valorizar a utilização de espaços públicos ociosos e também o entorno destas áreas, a Prefeitura de São Bernardo tornou pública licitação para alienação de um terreno, localizado na Avenida Maria Servidei Demarchi, bairro Demarchi, com área total de 3.613,95 m², que há mais de quatro décadas está em poder do município e sem qualquer utilidade.

O ato foi oficializado ao obedecer a indicação do “Grupo de Trabalho de Alienação de Próprios Municipais”, formado por agentes técnicos das secretarias de Planejamento Urbano, Finanças, Procuradoria-Geral do Município e Serviços Urbanos, que tem trabalhado periodicamente na avaliação das localidades públicas da cidade.

A área do bairro Demarchi foi amplamente avaliada por todas as secretarias da Prefeitura e, após constatação de que não existem demandas na região que justifiquem projetos para instalação de equipamentos públicos, houve  encaminhamento para a comercialização junto ao setor privado. Transcrito na matrícula sob nº 67.475, do 2º Cartório de Registro de Imóveis de São Bernardo do Campo, o valor mínimo da oferta  a ser apresentada pelo licitantes é de R$ 4.782.194,21, correspondente ao valor de mercado apurado na avaliação realizada por perito.

“Um local sem utilidade é foco de vários problemas, como ponto de criminalidade, usuários de drogas, acúmulo de lixo e demais situações alarmantes. Sem a necessidade de um projeto para ocupar a área, o município vai viabilizar a comercialização e assim captar recursos para auxiliar em outras demandas”, destacou o prefeito Orlando Morando.

A Prefeitura classificará as propostas apresentadas pelos licitantes em ordem decrescente de valor e declarará vencedora a proposta que apresentar a maior oferta. 

Este é apenas um dos espaços que a Prefeitura pretende alienar para reorganização e melhor aproveitamento do espaço público. O grupo de trabalho responsável pela verificação das áreas tem de maneira sistemática buscado a melhor destinação para cada uma delas.

Desde o início desta gestão, em janeiro de 2017, vários próprios públicos foram recuperados e reaproveitados em outros projetos. Os exemplos mais significativos foram o antigo Espaço Henfil de Cultura, no Baeta Neves, abandonado por anos, e que hoje abriga o Ceitec (Centro de Empreendedorismo e Inovação Tecnológica) órgão integrador entre a incubação de projetos com potencial de aplicação em processos produtivos, adotando idéias apresentadas pelas empresas instaladas na cidade. Outra área que foi melhor aproveitada é a unidade do Atende Bem do Bairro Assunção, que funcionava em espaço alugado e atualmente está melhor instalada junto ao espaço do Teatro Elis Regina.

“Esta Administração obteve uma grande economia quando mapeou e soube dar destino aos espaços públicos. No passado, os prefeitos gastavam enorme quantia com aluguéis. Então, todo este plano é somente dar efetividade ao que temos”, complementou Morando.

 



;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




Caixa paga hoje valor complementar do saque imediato do FGTS


Prefeitura de São Bernardo promove 1ª Feira de emprego para jovens de 16 a 22 anos


Rússia é banida por doping e está fora de Tóquio 2020 e de Mundiais


Receita abre consulta ao 7º lote de restituição do Imposto de Renda


Bumba Meu Boi pode se tornar patrimônio imaterial da humanidade


Bolsonaro pede revogação de medida que excluiu atividades de MEI