ABCD - 04/07/2018 - 19:20:06

 

Prefeitura de São Bernardo zera fila de espera para tratamento de Equoterapia

Prefeitura de São Bernardo zera fila de espera para tratamento de Equoterapia

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Cerca de 180 atendimentos, entre adultos e crianças, serão realizados semanalmente; Administração assina contrato com empresa especializada no método terapêutico

Cerca de 180 atendimentos, entre adultos e crianças, serão realizados semanalmente; Administração assina contrato com empresa especializada no método terapêutico


O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, anunciou nesta quarta-feira (04/07) a realização de mais um planejamento concluído na Saúde do município. Trata-se do fim da fila de espera para o tratamento de Equoterapia – método terapêutico e educacional onde se utiliza o cavalo no processo de reabilitação para pessoas com comprometimentos físicos ou mentais.

Cerca de 180 atendimentos, entre adultos e crianças, serão realizados semanalmente, no Centro Municipal de Equoterapia da cidade, localizado na Avenida Wallace Simonsen, 1.750, no bairro Nova Petrópolis.

Para solucionar a espera e oferecer um atendimento especializado, o município contratou uma empresa, que ficará responsável pelo fornecimento dos cavalos, manejo, manutenção do espaço e também de todos os equipamentos, que serão utilizados durante a terapia. O valor do vínculo foi firmado em R$ 24.369,42 por mês, com vigência de 12 meses.Acompanhado do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, e da coordenadora do Centro 

Especializado em Reabilitação (CER), Renata Rocha, o chefe do Executivo visitou o local e conversou com todos os pais e pacientes.“Temos um espaço apropriado, com estrutura e profissionais especializados. Iremos atender todos os 100 pacientes que estavam aguardando na fila de espera. Um tratamento como este, por meios particulares, custa em média, R$ 400 cada sessão”, ressaltou o prefeito.

A equoterapia é um método exitoso em pacientes com síndrome de Down, paralisia cerebral, derrame, esclerose múltipla, hiperatividade, autismo, entre outras. São Bernardo é a única cidade da região a ter estrutura própria para oferecer o serviço.

O responsável pela pasta de Saúde, Dr.Geraldo Reple, apontou que além dos benefícios médicos, o contato com os animais, pode fazer total diferença na evolução do usuário. “O simples fato de tirar esses pacientes de casa e aproximar eles dos cavalos, já demonstra resultados fantásticos. Os animais têm o poder de acalmar e as vezes, com um toque ou uma volta de adaptação já conseguimos notar melhoras e evoluções”, explicou Reple.

Aceitação – Durante o evento, Talita Pipo, mãe de Ronald, 3 anos, que tem autismo, aproveitou a oportunidade para agradecer ao prefeito pelo investimento. “Estou muito feliz, meu filho vai participar do atendimento. Por meios próprios, eu jamais conseguiria pagar. Esse é um tratamento muito importante e eu não tenho palavras para agradecer”, disse, Talita.

Para o tratamento, os pacientes serão avaliados no Centro Especializado em Reabilitação e nos Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e encaminhados para o centro municipal. A terapia será realizada por três fisioterapeutas especialistas em equoterapia, uma terapeuta ocupacional e cinco auxiliares de pista.

 



;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




MPF questiona programa Mais Médicos e manobra entre Dilma e governo cubano vêm à tona


Novo edital do Mais Médicos é publicado no Diário Oficial


OTrim está ativo no seu SSD do Windows 10?


Médicos formados no exterior tentam validar diploma no Brasil


Exposição em São Paulo reúne fotografias de cenas da região da Luz


Gleisi Hoffmann, em "ato falho", entrega quem é proprietário do sítio de Atibaia