Nacional - 15/09/2018 - 06:04:00

 

3,6 milhões de títulos de eleitor no país foram cancelados por não fazer o cadastro biométrico

3,6 milhões de títulos de eleitor no país foram cancelados por não fazer o cadastro biométrico

 

Da Redação .

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 


Ao menos 3,6 milhões de brasileiros não poderão votar nas eleições de 2018 porque não fizeram o cadastramento biométrico e tiveram seus títulos eleitorais cancelados. É o que mostra um levantamento feito com base em dados de tribunais regionais eleitorais (TREs) de todo o país.

O número diz respeito aos eleitores de 862 cidades de 17 estados que passaram por revisão biométrica obrigatória entre 2017 e 2018.

No total, 1.244 de 22 estados participaram da revisão 2017-2018, mas os TREs de 5 estados (Espírito Santo, Paraíba, Pernambuco, Roraima e Rondônia) não informaram quantos títulos foram cancelados. Os demais estados e o DF já haviam feito a revisão biométrica em anos anteriores (no Amazonas, o processo não foi obrigatório).

O prazo para registrar as digitais para as eleições deste ano acabou no primeiro semestre. O eleitor que não respeitou o prazo de seu estado e que não regularizou sua situação até o dia 9 de maio teve seu título cancelado. O cadastro eleitoral vai ser reaberto em 5 de novembro.

No total, 73,7 milhões, 50% do eleitorado apto, vão votar usando a biometria nas eleições de 2018.

Biometria
;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




Governo do Estado anuncia medidas para fortalecer o setor automotivo


Bolsonaro assina MP determinando que contribuição sindical deve ser cobrada por boleto


Lula volta para carceragem em Curitiba após cremação do corpo do neto


Lula acompanha velório do neto Arthur em São Bernardo


Turismo interno deve girar R$ 3,5 bilhões no estado do Rio de Janeiro


Balança comercial tem segundo melhor saldo da história para fevereiro