ABCD - 24/11/2004 - 12:23:04

 

São Bernardo é a primeira cidade da região a receber Centro de Informações sobre Drogas

São Bernardo é a primeira cidade da região a receber Centro de Informações sobre Drogas

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

O município foi escolhido por possuir o Conselho Municipal de Entorpecentes mais antigo da região e pelas ações realizadas na área

O município foi escolhido por possuir o Conselho Municipal de Entorpecentes mais antigo da região e pelas ações realizadas na área


O Conselho Municipal de Entorpecentes (Comen) recebeu da Associação Parceria Contra Drogas (APCD) um Centro de Informações sobre Drogas (CID), que está funcionando no Poupatempo (Rua Nicolau Filizola, 100, Centro) no Espaço Pesquisa e Estatística. Este ano, São Bernardo e São Paulo foram as cidades do Estado de São Paulo escolhidas para receber o CID, que existia apenas em Ribeirão Preto. O CID é uma mini-biblioteca que disponibiliza informações sobre prevenção ao uso de drogas para a população em geral. Cada CID é constituído por estande especialmente projetado, televisor, aparelho de vídeo, oito fitas de vídeo com depoimentos e palestras (quatro exemplares de cada) e bibliografia com 16 livros (dois exemplares de cada). "O CID foi colocado em uma área pública para que toda a população tenha acesso aos livros, que abordam os riscos e efeitos das drogas, ao material audiovisual e aos sites sobre o tema", disse a vice-presidente do Comen e chefe do Ambulatório da Saúde Mental, Margarida Maria de Almeida Souza. Ela ressaltou que o espaço é um local também para os educadores poderem se informar melhor e indicar para seus alunos. A Associação Parceria Contra Drogas é uma ONG sem fins lucrativos, fundada em 1996, por vários empresários da iniciativa privada, cuja missão é divulgar campanhas educativas de caráter preventivo contra o uso de drogas ilícitas. Comen - O Conselho Municipal de Entorpecentes foi criado, em 1990, com a finalidade de assessorar a administração municipal no que diz respeito à questão dos entorpecentes. Suas principais atribuições são: propor e acompanhar o programa municipal de prevenção do uso indevido e abuso de drogas e entorpecentes, estimular estudos e pesquisas sobre o tema, coordenar e desenvolver atividades de prevenção do uso de drogas. O Comen de São Bernardo já realizou seis encontros de prevenção em dependência química DST/Aids, aberto ao público, para a formação de multiplicadores, além de promover palestras objetivando a capacitação de professores da rede estadual, dos membros do Comen e para os integrantes do Programa Renda Mínima da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania. O Conselho está elaborando um projeto piloto no Bairro Alvarenga, uma das áreas mais violentas do município, onde será feito um trabalho com a comunidade por meio de entidades locais que já realizam atividades de prevenção. As reuniões do Comen acontecem toda segunda sexta-feira de cada mês, no Ambulatório de Saúde Mental (Avenida Imperatriz Leopoldina, 649, Nova Petrópolis), e são abertas às pessoas que têm interesse em discutir sobre o tema. ;

O município foi escolhido por possuir o Conselho Municipal de Entorpecentes mais antigo da região e pelas ações realizadas na área

O município foi escolhido por possuir o Conselho Municipal de Entorpecentes mais antigo da região e pelas ações realizadas na área

O município foi escolhido por possuir o Conselho Municipal de Entorpecentes mais antigo da região e pelas ações realizadas na área

O município foi escolhido por possuir o Conselho Municipal de Entorpecentes mais antigo da região e pelas ações realizadas na área

Links
.
.
Vídeo


Últimas Notícias




Orlando Morando está na frente na disputa em São Bernardo com 40%


Bolsonaro oficializa indicação de Kassio Nunes ao STF


São Bernardo inaugura 1ª Fábrica de Cultura 4.0 do Estado de São Paulo em lugar do "Museu do Lula"


Candidatura à reeleição de Orlando Morando e Marcelo Lima é oficializada em São Bernardo


Sabesp implanta novo sistema para melhorar atendimento ao consumidor


Reforma da previdência de São Bernardo do Campo é válida, diz TJ-SP